quarta-feira, 23 de maio de 2018

Filet au poivre ou Filé com molho de pimenta

Somos fãs assumidas do Masterchef e, vendo um dos episódios, em que fora preparado um clássico francês - Filet au poivre - pelo Erick Jacquin, as "lombrigas" atacaram e no mesmo dia fui até o mercado e comprei os ingredientes para preparar tal prato.

É fácil e saboroso! Receita para duas pessoas.

INGREDIENTES:

- 4 medalhões de filé mignon;
- 2 colheres de sopa de pimenta do reino em grão;
- 200 ml de creme de leite fresco (aqui no sul conhecemos também como "nata");
- Manteiga (o quanto basta);
- Azeite (um fio,para não deixar queimar a manteiga);
- Meia xícara de conhaque;
- Sal (o quanto basta)

PS: Em muitas receitas vai vinho branco, mas esqueci de comprar. Por isso usei uma quantidade maior de conhaque.



MODO DE PREPARO:

- Amasse as pimentas do reino (utilizei um pilão pequeno) e reserve;

- Tempere os medalhões e os empane na pimenta já amassadas;

- Coloque duas colheres de manteiga e um fio de azeite numa frigideira e, quando estiver quente, doure os  medalhões. Aqui, um detalhe, como será feito um deglacê (soltar o que fica grudado após a fritura na frigideira), não usar frigideira de teflon. Tem que ser uma que grude.. isso é que dará o sabor. O meu medalhão era muito fino, então, essa passada na frigideira já "chegou" no ponto que eu gosto (ponto para menos). Caso o medalhão que você for utilizar seja mais alto, doure na frigideira e leve ao forno até que ele fique no ponto que tu goste.

- Feito a carne, a retire da frigideira e entre com o conhaque. Mexa bem para desgrudar tudo do fundo e após flambe. Para saber como flambar assista esse vídeo do Tudo Gostoso clicando aqui.

- Adicione mais um pouco de pimenta amassada e  deixe o liquido reduzir na metade.

- Assim que reduzir adicione o creme de leite fresco, reduza só mais um pouco e acerte o sal.

- Adicione uma colher de manteiga, para dar brilho no molho;

- Sirva o molho em cima dos medalhões já prontos:


De acompanhamento fiz mini batatas ao murro banhadas com manteiga de alho.

E aí, aprovado?

Por aqui foi super aprovado... com direito a desejar logo, logo, repetir a receita.

sexta-feira, 18 de maio de 2018

Kotaka Sushi


O Kotaka Sushi e Onigiri abriu suas portas em 13 de dezembro de 2012, inicialmente no bairro Capoeiras, Florianópolis, com um local pequeno, simples, mas aconchegante, atendimento simpático e o principal, qualidade dos insumos. Conhecemos o restaurante já faz uns anos e podemos afirmar que a marca registrada deles é o tamanho diferenciado das peças, são maiores e incrivelmente saborosas. 


Agora o restaurante está com uma feliz novidade: eles estão em novo endereço, no final da via gastronômica de Coqueiros. Nós fomos conhecer a casa e ficamos felizes com o resultado. De frente para o mar, a casa agora com mais espaço, possui um bar com drinks especiais e com bancada para quem adora assistir o preparo das peças.




Não poderíamos vir aqui e não comentar sobre os pratos... nesta visita antes da inauguração decidimos pedir alguns pratos novos do cardápio. De entrada pedimos o Joy Ostra (Dango de arroz, envolto com salmão flambado, cream cheese polengui e ostra flambada regado ao molho de ostras da casa, 2 peças – R$ 15,00) MARAVILHOSO, poderia comer esse joy ostra em quantidades absurdas.


Em seguida fomos de Salmão Negro (Sashimis de salmão, imersos em molho especial, receita tradicional japonesa, tempo de preparo 40min, 10 peças – 45,00) diferenciado, bem saboroso.


O Robata Oishi (cubos de salmão com queijo gorgonzola, palmito flambados coberto com azeite trufado, 4 peças – 28,00) também é uma novidade do cardápio, gostoso, impossível descrever os sabores, arte de quem sabe juntar ingredientes tão diferentes e fazer algo tão bom.


Nós amamos o Hot Philadelfia, entretanto, experimentamos o também novo Hot Kotaka (Enrolado de salmão com cebola roxa, creme de queijo, cebolinha verde, empanado em massa especial panko regado ao molho tare, 6 peças – R$ 28,00) adoramos, grata surpresa, todavia, meu amor eterno pelo Hot Philadelfia deles.


Para encerrar o delicioso jantar, não poderíamos deixar de degustar os generosos Temaki´s philadelfia (Salmão, cream cheese, cebolinha e gergelim – R$ 23,90). É maravilhoso comer um peixe tão fresco, com tanto capricho e cuidado no preparo.



Vida longa ao Kotaka Sushi e Onigiri, que vocês continuem com esse sucesso e com a mesma qualidade que tanto apreciamos. 

Inauguração do novo espaço dia 18 de maio de 2018.

OBS: Possui tele-entrega.

Telefone: 48 4106-0095 
Site: Clique aqui
Endereço: Rua das Palmeiras 38, Bairro Itaguaçu, Florianópolis/SC, CEP 88085400.
Em frente ao mar no final da via gastronômica de Coqueiros.
Próximo ao tradicional restaurante Toca do Paru.
Horário de Funcionamento: 18h às 23h (Seg à Sáb).

sexta-feira, 27 de abril de 2018

Vinícola Thera


Continuando com as postagens sobre a Serra Catarinense, hoje trazemos para o blog a Vinícola Thera, o nome é uma homenagem à Therezinha Borges de Freitas, chamada de Thera pelo marido Manoel Dilor de Freitas (in memoriam) fundador da Vila Francioni (já falamos da Villa Francioni aqui e aqui).

Localizada na Fazenda Bom Retiro, Rodovia SC 110, km 8, s/n - Zona Rural, na Cidade de Bom Retiro/SC, a Vinícola Thera já se apresenta charmosa, com uma entrada elegante, impressiona ainda mais quando adentramos ao restaurante. Fomos em um grupo de amigos para almoçar e conhecer o local, entramos em contato para reservar e chegando fomos bem recepcionados e ficamos sabendo um pouco da história da vinícola.


Para iniciar nosso almoço no Thera by Emporium Dijon, pedimos Bruschetta de Truta Defumada (Fatias de pão italiano, com creme azedo e lascas de truta defumada – R$ 26) dividimos em quatro pessoas, estava saboroso, o creme azedo muito bem preparado, também pedimos a Batata Rabiosa (Batatas fritas em corte rústico com alecrim, servidas com molho de pimentas do chef – R$ 29,00).



Os pratos principais foram três Filés com Aligot (medalhões de mignon grelhados, servidos sobre aligot e molho demi glacê – R$ 62,00) delicioso, cada um solicitou um ponto especifico de carne e todos chegaram à mesa corretamente.




Gnocchi ao Ragu (Gnocchi de batata baroa com ragu de ossobuco – R$ 47,00) tempero delicioso, gnocchi macio e delicado. 



E também foi pedido o prato Confit Caipira (Sobrecoxa de galinha Caipira confitada, servida com polenta trufada – R$ 59,00) a sobrecoxa estava super suculenta, a polenta estava incrível, veio um pouco de molho em volta da sobrecoxa, era uma delícia, fica aqui um pedido ao Chef Fernando Giusti para acrescentar um pouco mais do excelente molho.



Todos os pratos são preparados na hora, então fica a dica para irem sem pressa, nossos pratos levaram cerca de 1h20m para ficarem prontos, são bem servidos, dessa forma, valeu a espera. Aguardamos degustando os vinhos da casa e conversando no agradável ambiente. 

Degustamos o Thera Sauvignon Blanc (remete ao maracujá e ervas frescas e levemente adocicado – R$ 118,00) e Rosé Magnum (predominam notas de pequenos frutos vermelhos como a pitanga, com um fundo floral – R$ 109,00).

Para finalizar pedimos uma sobremesa (apesar de todos estarem super satisfeitos com o almoço), pedimos apenas uma para todos degustarem, o Sagu Invertido (Sagu cozido com leite e especiarias, servido com calda de malbec – R$ 25,00) gostamos, mas não nos surpreendeu.

Podemos dizer que foi uma experiência super agradável, o local é lindo a comida excelente, o atendimento simpático e cortês, é um local dispendioso, todavia, foi muito bom conhecer, local lindo para jantares românticos, celebrações etc.

Localizada na Fazenda Bom Retiro, Rodovia SC 110, km 8, s/n - Zona Rural, na Cidade de Bom Retiro/SC.

Contato: 048 99981-0180