terça-feira, 2 de julho de 2013

Buenos Aires: Burger King - Churrasquito Patagónico!

Não, não sou fã de fast-food. Mas sim, eu como. Mas não é a coisa que mais me apetece. Nunca me apeteceu, para falar bem a verdade, o que ocorre, as vezes, é uma vontade de comer, só isso. A cada dois meses, quem sabe, eu coma. Tento fugir ao máximo os convites do Alê para  comermos. Confesso que esses convites estão cada vez mais escassos, diante de tanta negativa da minha parte.

Agora vocês imaginem viajar e comer fast-food? É uma coisa que não passa na minha cabeça. Comer  comida de rua da cidade é muito mais interessante do que matar a fome numa rede robótica de fazer comida.

Mas, eis que pelo destino e felicidade do meu marido, após horas de caminhada no centro de Buenos Aires, com a fome apertando e nada de interessante para comermos, fomos parar no Burger King.

Cheguei lá com a pior impressão possível: estava cheio e sujo, com muitos papéis espalhados pelas mesas e chão, e bandejas sobre a mesa - Custa tirar a bandeja da mesa? Custa, senhor?

Bom, vamos continuar minha saga. Na fila para fazermos o pedido, eis que me deparo com um anúncio de lanche um tanto quanto regional: Churrasquito Patagónico


Bom, gostei por dois motivos: havia um quê de singularidade e regionalismo no lanche, o que me atrai nos pratos de viagem e outro, na viagem que fizemos em 2010 para a Patagônia Argentina, só comemos coisa boa... principalmente carne. Não havia dúvidas que esse seria a minha opção, né?

Pedido feito e naquele tempo de fast-food chega o meu lanche!!


Abrindo o papel encontro um lanche muito gostoso, que nem de longe lembra um fast-food, muito por usar carne, carne mesmo, como recheio e não um hambúrguer que eu não tenho ideia do que contenha.


Quem diria que eu comeria uma comida regional no Burger King? E sabe de uma coisa? Na próxima vez que eu for para lá, se ainda estiver no cardápio, irei comer novamente!!!


Beijos,


Aline


4 comentários:

Vamos adorar ler seu recado!!